Institucional

História

Instituída há 143 anos, a Santa Casa de Bragança Paulista foi constituída a partir da fundação da Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos, em 31 de agosto de 1874. 

A Irmandade, cujo objetivo principal foi preservado ao longo dos anos, ou seja, servir a Deus pela observância do culto à religião Católica e o exercício de obras de misericórdia. O termo misericórdia refere-se a junção de duas palavras em latim, miseratio ou compaixão e cordis, em português coração, assim o vocábulo misericórdia pode ser traduzido literalmente como “doar seu coração a alguém”. Como forma de expressar caridade e misericórdia a Irmandade se comprometeu e até hoje zela pelo bom funcionamento do Hospital, atendendo a quem dele se socorre. 

Foram os fundadores, compondo a primeira mesa administrativa: Padre Simplício Bueno de Siqueira; Coronel Luiz Manoel da Silva Leme; Capitão Francisco de Assis Valle; Sr. José Gomes da Rocha leal; Sr. José Guilherme Cristiano; Sr. José Narciso Pinto; Sr. Joaquim Lopes Maciel, entre outros. 

Três anos após sua constituição, foi inaugurado o Hospital da Santa Casa, em 08 de dezembro de 1877, instalado incialmente em prédio alugado à rua Lavapés, atual Rua Barão de Juquerí. Atentos a constante necessidade de mais espaço físico, iniciou-se a construção de novo edifício em 1896, sendo sua inauguração em 1900, motivo de contentamento para a população do munícipio. No decorrer dos anos, a estrutura física continua sendo expandida e modificada, buscando se adequar a progressiva demanda. 

Como ocorrera com outras Santas Casa no Brasil, a atuação da Santa Casa de Bragança Paulista foi marcada por duas fases, a primeira delas de natureza caritativa, foi fomentada pelo trabalho e dedicação de muitos cidadãos e famílias do município, dos membros e diretoria da Irmandade, das Irmãzinhas da Congregação da Imaculada Conceição, os quais atuaram diretamente com trabalho voluntário e doação dos recursos que a Instituição necessitava. 

Neste cenário, vale ressaltar a dedicação das Irmãzinhas da Congregação Imaculada da Conceição que permaneceram assistindo o Hospital de 1905 a 1974. Neste ínterim a fundadora da Congregação, Madre Paulina, canonizada em 2002 como Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, morou e trabalhou no Hospital por cerca de 1 ano, de 1909 a 1910. 

Esta fase, cuja atuação da Santa Casa foi permitida pelas ações de caridade de inúmeras pessoas, perdurou desde sua fundação, até meados do século XX. A partir da criação e inclusão do Sistema Único de Saúde na Constituição Federal de 1988, a Instituição passou a dispor também de verbas e provimentos repassados pelo Poder Público, advindos da União, Estado e Município, suas atividades, porém, continuam a não ter fins lucrativos. 

A Santa Casa de Bragança Paulista, bem como outras da Federação, atravessou dificuldades econômicas, utilizando as ferramentas que dispunha, para que a assistência em saúde à população não fosse interrompida ou prejudicada. Não obstante, constantemente tem investido na estrutura do Hospital, dedicando-se ainda mais a modernização de seu parque 2 tecnológico e aprimoramento do potencial humano, buscando incessantemente a excelência no atendimento. 

Relevante projeto idealizado e concretizado pela diretoria da Irmandade e gestores do Hospital Santa Casa, foi a criação do plano de saúde Santa Casa Saúde. Fundado há 22 anos, em 05 de setembro de 1995, o Santa Casa Saúde é hoje uma empresa com estrutura e organização próprias, atuante do segmento de saúde. 

Ao longo dos anos, notório é que apesar das adversidades, o objetivo principal pelo qual foi fundada a Santa Casa de Misericórdia de Bragança Paulista se perpetuou e se traduz no trabalho até hoje desenvolvido pelas diversas equipes multidisciplinares, que diariamente fornecem atendimento humanizado em saúde às pessoas que a procuram.